195

A Sexualidade na Época Contemporânea, Da Revolução Francesa 1789 ao maio de 68 turma T2

Apresentação

A sexualidade sempre foi objeto de interesse e reflexão do homem e, dessa forma, ele vai elaborando histórica e culturalmente um conjunto de posturas, regras e cerimónias ao redor do sexo e dos papéis sexuais. Entende-se então que os aspetos da sexualidade ao longo dos tempos vêm contribuindo para ampliar a perceção de ordem política, social, económica, cultural, religiosa e ética. Pode-se dizer ainda que sexualidade é o traço mais íntimo do ser humano e, como tal, se manifesta diferentemente em cada indivíduo, de acordo com a realidade e as experiências vivenciadas pelo mesmo. Dotar os professores de Ciências Naturais de uma perspetiva histórica para uma abordagem abrangente no âmbito do Projeto Educação para a Saúde e Educação Sexual.

Destinatários

Professores dos Grupos 400 e 520

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Grupos 400 e 520. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Grupos 400 e 520.

Objetivos

Sensibilizar os professores para a importância da sexualidade na compreensão da História e das Ciências; Compreender a importância da História das Mentalidades; Dotar os professores de conhecimentos específicos sobre a função da Sexualidade nos séculos XVIII, XIX e XX; Educar para a fruição multimédia das linguagens (texto-imagem); Adquirir uma visão global do saber, através duma ótica de didática interdisciplinar e pluridisciplinar; Adquirir uma didática atenta à comunicação no âmbito da História das Mentalidades (experiência frequentemente desfrutada pelos alunos no seu quotidiano) visando potenciar o seu envolvimento na motivação para aprender.

Conteúdos

1- A Revolução Francesa - Sade ou a revolução do sexo; - A Declaração dos Direitos de Eros; - As mulheres prisioneiras do sexo; - as duas esferas: homem público e mulher privada; - Família, sexo e sangue; - Amor e casamento; - Segredos da prociação. 2 - As vergonhas do sexo no séc. XIX - A ameaça do desejo; - O prazer solitário; - A confissão sexual e o segredo médico; - Os múltiplos modelos de concubinagem; - O advento da sexualidade no séc. XIX (a mutação do imaginário e erótico); - As mulheres e o médico. 3 - Séc. XX, o corpo reabilitado - Segredos da família; - Contracepção artesanal e técnicas modernas; - A caminho forma erótica "judeo-cristã"?. 4 - A caça ao orgasmo - A busca da harmonia sexual; - Orgasmologia e orgasmoterapia. 5 - Do sexo cromossomático ao sexo psicológico: transexualidade e identidade; - Sexualidade e controlo social.

Metodologias

No decurso da ação de formação a que se refere o presente plano serão desenvolvidas as seguintes metodologias: - Expositiva. - Discussão generalizada ao grupo de formandos. No que se refere à tipologia das sessões de trabalho, estão planificadas sessões teóricas, 3 sessões de três horas e 2 sessões teórico-práticas de três horas . As sessões terão uma componente teórico-prática havendo sempre no final de cada sessão um momento de apresentação de dúvidas, debate e reflexão, assim como a aplicação prática dos conteúdos apresentados. Serão desenvolvidas com recurso a: - Sessões plenárias de formação em grupo para apresentação dos conteúdos. Nas sessões teóricas serão implementadas as metodologias, expositiva e de discussão. As sessões teórico-práticas desenvolver-se-ão segundo as metodologias de debate e de resolução de problemas.

Avaliação

Avaliação dos formandos baseada nos seguintes pressupostos: • Obrigatoriedade de frequência de 2/3 das horas de formação presencial. • Classificação na escala de 1 a 10, de acordo com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio. Critérios de avaliação: • Participação nas sessões presenciais – 20 % • Recensão crítica individual sobre a ação realizada – 30 % • Projeto a pares sobre a componente prática, que se traduzirá numa apresentação em slides do projeto que desenvolveram no sistema de gestão de aprendizagem – 50 %

Bibliografia

Ariès, Phillipe. e Duby, G., História da Vida Privada, Edições Afrontamento 1991BADINTER, E. L'amour em plus. Histoire de l'amour maternal (XVIIe-XXe siècle). Paris: Flammarion, 1980.BIRMAN, J. Gramáticas do erotismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.FOUCAULT, M. Naissance de la clinique. Paris: PUF, 1963.FOUCAULT, M. Archeologie du savoir. Paris: Gallimard, 1969.

Formador

Aida Margarida Teixeira Neves

Início: 26-04-2024
Fim: 31-05-2024
Acreditação: CCPFC/ACC-121614/23
Modalidade: Curso
Pessoal: Docente
Regime: Presencial
Duração: 15 h
Local: Escola Secundária José Estevão

INSCREVER-ME